Estrangeiros no momento
2003-09-24
 
Bacalhau à  Zé do Pipo
Agradecendo a gentileza de Tulius Detritus na Memória Inventada,e acreditando piamente que as suas palavras foram escritas de boa fé, não posso deixar de corrigir uma afirmação errada (pelo menos no que toca à  minha pessoa):

Primo - O autor deste post nega ter saudades de bacalhau à  Zé do Pipo, mais afirmando ter recentemente confeccionado e consumido em território britânico o referido bacalhau, bem como outras variadíssimas receitas do mesmo espécime ictiológico, estando inclusivé neste momento, por mera casualidade, em processo de digerir um prato de pataniscas de bacalhau com arroz de feijão.

Secundo -Embora respeitando as opções alimentares de Tulius Detritus, o autor considera a supracitada receita gastronómicamente desinteressante e atentatória contra os usos e costumes culinários portugueses.

Tertio - Mais afirma estar convicto do carácter profundamente reaccionário desta receita (encapotada por um nome aparentemente popular e muita mayonnaise) assunto sobre o qual dissertará numa próxima oportunidade.

Quarto - Não deixando de ser solidário com Tulius Detritus na sua particular frustração gastronómica de português no exílio, o autor confessa é sentir mesmo a falta de uma sardinha fresca e de uma boa fatia de entremeada.
AG

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics