Estrangeiros no momento
2003-10-17
 
Qual tradição académica?
Segundo o Público, está-se a realizar no Porto,pasme-se, o segundo congresso de tradição académica?!!
Não fossemos nós julgar que se tratasse de um congresso para discutir a história da pedagogia ou da investigação cientifíca, eles clarificam, aparentemente discutem-se assuntos tão importantes como: "a Queima das Fitas, a Latada ou as serenatas", bem como a conspiração anti-praxe por parte de "uma força multilateral que pretende acabar com a praxe académica, composta por várias pequenas forças, umas políticas, outras invejosas e outras com outro cariz qualquer".
Existe até um indiví­duo,Américo Martins, com o título pomposo de Dux-Veteranorum (talvez o mais apropriado fosse Asinus Rex) que é a personagem com mais inscrições na Univ. do Porto e que foi eleito pelo Conselho de veteranos (Concilium asinorum?) que é constituido pela excelsas criaturas que acumulam mais inscrições que a duração dos seus cursos. Pelos vistos o Governador Civil do Porto (Praetor Caprinus Maximus?) veio dar uma mãozinha e considerou a praxe "uma tradição que contribui para que os novos alunos passem a ter convivencia com os demais, para não se sentirem perdidos nos corredores das faculdades". Ou seja, o senhor governador faz como o seu congénere,governador da Judeia.

Para mim é simples, há que lidar com a praxe como uma questao meramente judicial: a coacção, o sequestro, a agressão e a extorsão presumo (posso estar enganado) que sejam crimes contemplados no codigo penal.

Não é preciso ser sociólogo ou psicólogo para perceber que o mecanismo psicológico que está por trás do comportamento praxista é exactamente o mesmo que está na na génese do hooliganismo, dos progroms, das caças às bruxas, da ascenção do fascismo italiano e alemão,da revolução cultural, etc, etc. O praxista é um camisa castanha em potencial,um inquisidor-mor em part-time. (até já têm um Duce)

A esses senhores "dótores" marialvas q vestem de luto e acham que academia é copos, hierarquias saloias e latinórios de seminarista só me ocorre dizer uma coisa: "fornicatis vos stercorum meretrix filii"
AG

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics