Estrangeiros no momento
2003-11-11
 
A direita segundo Cunhal
"Pessoalmente, não os odeio. (...) A classe, sim, odeio, odeio com um ódio de morte. Odeio-lhes a moral, as ideias, os hábitos, os sentimentos, as palavras. Tudo quanto vem deles é empeçonhado. Temos de fazer o mundo de novo, amigo." (Manuel Tiago, Até Amanhã, Camaradas)

(Nota: na evocação de Álvaro Cunhal publicada no DN de ontem, o desenho de um homem a andar de bicicleta que servia de ilustração foi tirado da capa da edição ilustrada deste mesmo livro e é da autoria de Rogério Ribeiro, que também foi o coordenador da execução do painel que se encontra à entrada da sede do PCP.) FM

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics