Estrangeiros no momento
2004-01-15
 
Abortos
Se aceitamos que o aborto deve ser liberalizado e em alguma situação financiado não financiar os demais casos só se explica por duas hipóteses: é uma operação demasiado cara, ou é pouco cara mas são tantas as mulheres que o praticam e tão frequentemente que seria caro esse financiamento, ou que apesar de concordarmos com a sua liberalização condenamos de alguma forma a sua prática.
Tchan, tchan, tchantchan! Qual é a resposta correcta?
Claramente creio que caímos na terceira. Nos perguntamos então: Porquê condenamos o aborto? Será porque não gostamos de "mulheres irresponsáveis" que com tantos métodos disponíveis para prevenir uma gravidez mesmo assim engravidam? Ou será porque passámos demasiado tempo ouvindo chorradas judaico-cristianas que nos estupidificaram de forma irremediável? Ou será porque somos homens e temos uma raiva nata ás mulheres?
Meus amigos eu conheço uma pessoa que nasceu de um preservativo furado que seus pais não se aperceberam que o estava. Ou seja, que neste caso se seus pais quisessem abortar teriam que pagar, porque nem a pilula do dia seguinte lhes ia servir (já que era preciso que se houvessem dado conta do problema o que não foi o caso). E porquê teriam que pagar? Porque os senhores acham que o aborto é um luxo? Porque acham que mesmo livre será sempre reprovável? Ou porque estão traumatizados e têem raiva de vossas mães, mulheres, vizinhas, filhas, etc?
Não queria entrar em casos particulares porque para mim me parece de uma imensa arrogância um homem (que nunca terá uma gravidez e nunca será mãe) julgar os motivos de uma mulher para não querer ser mãe...RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics