Estrangeiros no momento
2004-02-14
 
Véus II - O nazismo para funcionar nos nossos dias tem, como todas as coisas, que ser cool
Quando me apercebi disto com mais clareza foi ao começar a conhecer os detalhes do caldo ideológico dos grupos indepedentistas bascos. Ora, a "sorte" que tiveram os nacionalistas bascos foi a de crescer e se organizar baixo a ditadura franquista de direita. Isto possibilitou que terminado o franquismo eles, os nacionalistas bascos - já agora começarei a chamar-los pelo nome honesto e sem hipocrisias inúteis - possibilitou que os neonazistas bascos, tivessem disponível uma organização independentista com uma imagem e vocabulário de esquerdas. Isto preparou um caminho com futuro para atrair os mais jovens em massa do país basco. Um caminho que uma ideologia autênticamente nazista nunca poderia abrir porque nunca estaria de acordo com os novos tempos, nunca seria suficientemente cool e se manteria minoritária.

Assim hoje podemos fácilmente ouvir um jovem basco defender a razão de existência do país basco com base em argumentos típicamente nazis como: uma identidade racial bastante definida, que segundo alguns se pode comprovar inclusive nos tipos sanguíneos da população basca, ao mesmo tempo que cita Che Guevara, ou defende o regime castrista e ataca a direita internacional. Já agora é preciso notar que este passado de luta contra Franco é também muito importante para que os jovens bascos da ETA não se ponham confusos pelo facto de pedirem a separação de um país onde a população em geral vive bastante pior que eles.

A minha idéia é que Chirac nesta última polêmica, inteligente como é, se apercebeu exactamente disso, da nova lei dos hipócritas e opressores futuros:

"O nazismo para funcionar nos nossos dias tem, como todas as coisas, que ser cool"

E assim sendo partiu ao ataque da comunidade muçulmana em França e de sua cultura aparentando defender o programa do partido comunista françês: laicicismo, direitos da mulher, etc.

O que tudo isto significa é que a partir de agora, teremos todas as pessoas de bem, que andar com os olhos muito mais abertos, já que os bandidos se estão pondo mais espertos que antes e mais dificeis de reconhecer... Começam até a enganar pessoas com tradição de idéias de esquerda estabelecida como o nosso amigo FM... o caso do Mário Vargas Llosa já é bastante diferente, e me coloca uma questão: FM será que não vês que o gajo é de direita??? Ou será que tu também és de direita e andastes nos enganando fingindo ser "cool"?

Já agora me lembro de uma coisa, houve um tempo, faz mais ou menos uns 70 anos, em que os bandidos também se puseram muito espertos e conseguiram enganar muita gente aparentando ser cools... Falo de um senhor chamado Adolfo... É verdade! Naqueles tempos o nazismo chegou a ser considerado moderno e cool. Basta olhar para aquelas fardas... Ao contrário dos véus das mulheres muçulmanas, aquelas roupas são cool ainda hoje em qualquer uma das grandes praças da moda mundial: em Paris, em Nova Yorque, em Roma, em Londres, em Madrid, em San Sebastian, em Jerusalém, em Bagdad, em Pequim, em Moscow, e em Lisboa... RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics