Estrangeiros no momento
2004-03-21
 
Depois da emoção
Uma das caracteristícas frequentes dos textos que apontam o 14M como uma victória dos terroristas, é não se referir a óbvia manipulação realizada pelo governo do Partido Popular no sentido de confundir e ludibriar a população espanhola antes das eleições sobre os culpados dos atentados por motivos óbvios. Fogem assim a questão essencial contra qual não têem argumentos e que legitima a opção do povo espanhol acima de qualquer discussão ideológica. Existe outro grupo apenas menos hipócrita em grau que não foge a esta questão apenas diz que isto é falso, e joga então com a capacidade de credulidade de quem o ouve ou lê. Mario Vargas Llosa pertence ao primeiro grupo dos hipócritas em grau máximo.

É preciso notar para os que têem dúvidas sobre a manipulação governamental da informação pública sobre a investigação dos atentados de 11M pelo governo nos dias seguintes e que antencederam as eleições, e apenas a titulo de exemplo, que o governo do partido popular foi admoestado quase oficialmente pelo governo alemão por não haver facilitado toda a informação e/ou haver apresentado informação deliberadamente incorrecta sobre a investigação, estando a segurança do seu país também em risco, como a de qualquer país europeu; a associação de jornalistas estrangeiros em Espanha apresentou protesto público ao governo espanhol pelo que ela considerou informação incorrecta que deliberadamente lhes foi apresentada.

E isto são apenas exemplos para quem deles necessite.
RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics