Estrangeiros no momento
2004-03-28
 
Estranhos Amores
Primeiro de tudo a brincadeira de haver dito que o Nuno Anjos era parecido com o Peter Sellers representando ao Doutor Estranhoamor e não com o Doutor em si mesmo se referia ao facto de achar que na tua defesa de uma oculta estratégia por detrás das acções de Sharon havia algo de um cômico representando (neste acaso "apresentando") como frio estratega o que afinal é apenas um louco perdido.

Era tão somente isto.

E na mesma linha sigo, acho que está a descobrir obscuras e inteligentes razões em uma estratégia que é tão somente uma fuga para a frente (atropelando a quantas almas sejam para isso necessárias) de alguém que se vê encurralado pela sua desonestidade e corrupção descobertas, e que se adicionam a outras perversões já conhecidas.

Em geral os pontos em que costumamos discordar, tu e eu, Nuno, são sempre referentes ao apreço aos nossos inimigos comuns, que que em mim talvez seja demasiado pouco e em ti demasiado grande. Ao passo que com o Filipe Moura costumo ter problemas com os amigos incomuns. Em realidade num post recente haverei tocado uma corda já sensível, de um escritor sul americano do seu coração. Filipe, todos temos um escritor sul americano de estimação com o qual ter divergências políticas não é verdade? Quanto ao Kramer não te tomo a mal, lhe tenho muito carinho a todos os Kramers, Woody Allens, e enfermos que amam e odiam o tempo em que lhes tocou viver e sou o primeiro a não rejeitar a família a que pertenço. Já agora como foi depois de Quinta Feira? Não cheguei a ouvir comentários sobre o texto do teu escritor sul americano de estimação.RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics