Estrangeiros no momento
2004-08-27
 
Desejos Obscuros




Página de livro de escola primária da Alemanha nazi (Parkes Library, University Special Collections)

No estado de Arkansas, mais especificamente em St. Louis, existe uma escola pública cujo comitê directivo queria obrigar todos os seus professores a rezarem e participarem em orações cristãs durante as suas reuniões. O mais curioso é que nunca teria sido notícia não fosse o facto de um dos professores, um senhor chamado Warnock, professor de arte e motorista do autocarro escolar, ter interposto uma acção judicial que terminou por ganhar contra estas "interessantes" regras internas de sua escola. Imagino quantas escolas nos Estados Unidos não praticarão medidas semelhantes com o acordo ou passividade ou medo (sim, medo) de todos os seus professores, alunos e correspondentes pais.
O que me chamou a atenção nesta história é a forma como ainda hoje uma sociedade civil se organiza abertamente e em número não desprezível para contrariando o sistema legal que em teoria as protege, crear um ambiente mais ao seu gosto e que se aproxima dos que consideramos normalmente como déspotas. E o número de vezes demasido alto e em muitas situações extremamente graves nas quais isso acontece na sociedade americana. (Coincidentemente Bush acaba de passar a frente de Kerry nas últimas sondagens americanas, graças a uma propaganda que tenta denegrir a imagem do candidato democrata utilizando declarações suas do período em que lutou contra uma guerra tirana e errada, seguramente ao contrário do candidato republicano se bem que este tenha conseguido escapar a tomar parte da mesma...)
Por exemplo é muito cohecida a decisão do Estado de Kansas de retirar o ensino da teoria da evolução de Darwin dos curriculos escolares, e situações semelhantes se passaram em vários dos outros estados norte-americanos: Texas, California, Louisiana, Alabama, Mississippi, Nebraska e New Hampshire. Em alguns casos a "sutileza" era obrigar os prefessores de Biologia a apresentar as duas teorias em pé de igualdade.
Ao mesmo tempo é curioso ver um detalhe muito pequeno ou talvez nem tanto, mas que pelo menos para mim me passou inicialmente desapercebido ao ver pelas primeiras vezes o canal de notícias da direita conservadora norte-americana, Fox News. A imagem da empresa (cores, efeitos especiais, animações, etc) estão absolutamente inspiradas na bandeira nacional dos Estados Unidos. Alguém conhece algum exemplo semelhante na Europa em um canal de televisão privado? Eu não. Poderá parecer de menos importância para algumas pessoas, mas enganam-se, pois assim estão a definir gráficamente aquilo que depois se reflecte nos seus conteúdos cujo objectivo é o de fornencer aos seus tele-espectadores uma visão do mundo falseada com o propósito de enaltecer os sentimentos chauvinistas de parte da população daquele país. E comercialmente funciona, porque existe uma demanda de tal ordem por parte da população americana deste tipo de estímulos que torna a Fox News no canal de notícias mais visto dentro do país.
Este tipo de situações nunca chegam em geral a apresentar-se na Europa desde a Segunda Guerra porque seria facilmente identificada (e por isso desprezada) com os regimes tirânicos que provocaram e antecederam esta guerra neste continente. Seria esta a razão que nos imuniza em grande parte contra este tipo de histerias nacionalistas? É provável.
Neste caso é de reconhecer-se a inteligência da classe política norte-americana que estimula e tira proveito dos intintos fascistas da sua população sem nunca ultrapassar a linha que poderia levar a um conflicto cujo desenlace resultasse em contra dos seus interesses. Desta forma a democracia americana absorve o potencial anti-democrático da sua plebe, controlando-o mas ao mesmo tempo pelo menos em parte tiranizando-se e por isso tornando-se menos democrática.
Creio não me enganar que Warnock não tinha muitos amigos no trabalho nem na sua cidade em geral, e perdeu alguns ao decidir sózinho enfrentar-se aos desejos obscuros dos que o rodeiam. Um abraço desde a velha Europa para este lutador da nova América na sua luta contra tiques que conhecemos de uma ainda mais velha Europa que não queremos que volte com roupa nova.
RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics