Estrangeiros no momento
2004-12-02
 
Sampaio
Andei sempre um pouco aturdido por não haver visto em nenhuma parte a análise que sempre me pareceu a mais óbvia sobre a gestão de Sampaio da questão do governo Santana. Finalmente li a conjectura que no entanto em minha opinião aparece tarde em um tom demasiadamente de conjectura. Falo de Luis Rainha do BDE, e que me levou a descobrir que afinal me havia escapado o post que buscava.
Podemos vêr esta hipótese, que sempre foi como interpretei a gestão de Sampaio, de uma maneira partidista como o vê Luis Rainha, ou de uma maneira "presidenciável", que é como eu o vejo. Pura e simplesmente, não estavam reunidas condições na oposição e na própria coligação de direita para uma alternativa viável/elegível, e para isso não valia a pena arriscar-se a convocar eleições.
No caminho Sampaio foi vilipendiado um pouco por todo lado pela esquerda e pela blogosfera em geral. Mas tinha razão e por isso eu nunca o critiquei. É de saudar que pelo menos no Blog de Esquerda já se ouviu uma voz que se deu conta do engano. Provavelmente outras vozes como a do Daniel Oliveira do Barnabé "não se davam conta", porque olhavam a coisa não do ponto de vista do país mas do seu partido, que seria talvez o mais beneficiado por uma convocatória mais antecipada das eleições.
São nestas alturas que um Presidente da República competente e responsável prova para quê existe.
RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics