Estrangeiros no momento
2005-02-01
 
Missão impossível
E agora que já escrevi sobre as eleições iraquianas, posso passar a algo mais importante! Para os leitores que não saibam, relembro que este blog é animado por leftistas: somos todos antigos alunos da LEFT. E no fim do ano passado realizou-se um jantar de Natal leftista em que só faltaram o Rui, em expedição turca, e o Guilherme (por onde andas?). Magnos assuntos foram discutidos em tal jantar. Por exemplo, eu e o André concluimos termos falhado a nossa vocação, pois seriamos óptimos candidatos a comentadores televisivos no mais puro estilo Nuno Rogeiro... Frustrados por esta descoberta, dedicámo-nos a uma típica actividade anti-stress - dizer mal da Inglaterra, esse prado de vacas enevoado onde o André reside antes de regressar à civilização. Eu, que da Inglaterra só conheço Londres - que supostamente não é Inglaterra - compartilho o fascínio pelas casas de banho alcatifadas. Mas houve um ponto fundamental em que não concordei, já não me lembro se com o André ou com outro colega de experiência britânica. Foi acerca das miudas inglesas. Devo dizer que quando fui para Londres, as minhas expectativas eram negras. Mas a verdade é que vi muitas miudas giras na cidade. Assim vou tentar dizer bem da Inglaterra: há inglesas bonitas. E vou demonstrar com uns exemplos!
Nuno Anjos

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics