Estrangeiros no momento
2005-05-22
 
Vesguice
Existem dois Bush. Um diz que (desmentidas as falsidades sobre supostas armas de destruição massiva) invadiu o Iraque por razões humanitárias, liberando um povo de seu ditador. Outro mantém relações cordiais com ditaduras remotas como a de Uzbequistão, onde recentemente o malfeitor-local-mor tratou de assassinar centenas de civis. Dizem que, no entanto terá reduzido um pouco as operações na base aérea que mantém no país. Será talvez para que não se dêem conta de que aquele ditador está lá em boa parte também porque ele, libertador universal dos povos oprimidos, assim o quer?
O outro Bush é dificíl de explicar com base na teoria de que o Bush invasor é resultado de ultra-cristianismos, ou ultra-idealismos vários. Como dizendo que ele Bush, é basicamente um homem bom, e o que nele há de homem mal, vem dele ser demasiado bom... É dificíl de entender os dois Bush a não ser entendendo que são o mesmo Bush, "exemplar moderno" do imperialismo e da arrogância norte-americana.
De resto quem quiser não ver, poderá continuar a fazer-lo. Só não é cego ou vesgo (vendo duplos sem estar-se necessáriamente bêbado) quem não quer.
RF

Powered by Blogger

Nedstat Basic - Free web site statistics